INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: EXTIMIDADE VIRTUAL NA CONJUGALIDADE: UM ESTUDO SARTRIANO SOBRE A NOVA PERSPECTIVA DA INTIMIDADE
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): CAROLINA MENDES CAMPOS OLIVEIRA MATTOS

Colaborador(es):  TEREZINHA FERES CARNEIRO - Orientador
Número do Conteúdo: 26515
Catalogação:  01/06/2016 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=26515@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=26515@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.26515

Resumo:
O presente trabalho tem como objetivo investigar as possíveis repercussões da extimidade virtual na vivência da conjugalidade de nossos dias. A noção de extimidade virtual foi construída para designar uma nova perspectiva da intimidade observada no espaço da rede. Antes do boom da internet, a intimidade mantinha um forte vínculo com a ideia de privacidade. Contudo, é notória a transformação da intimidade hoje, justamente, no que concerne à sua ligação com o espaço virtual, já que as informações compartilhadas alcançam uma visibilidade nunca antes imaginada. Buscamos compreender as possíveis repercussões que esse novo fenômeno está produzindo na vivência da conjugalidade, uma vez que os olhares parecem estar, cada vez mais, magnetizados pelas relações com os inúmeros outros virtuais. Jean-Paul Sartre é tomado como interlocutor privilegiado para abordar o tema da relação com o outro. Além disso, seu pensamento serve de inspiração fundamental para a escolha dos passos metodológicos deste trabalho, uma vez que sua discussão vai além de um caminho a ser seguido, mas, sobretudo, ensina um modo dinâmico de olhar para o homem, mantendo constantemente o foco na tensão originária que articula homem-mundo, ou, ainda, indivíduo-história. Exploramos a literatura sobre o tema da intimidade e de sua nova faceta, a extimidade virtual, a fim de reconstruirmos a atmosfera que compõe a perspectiva sócio-histórica a partir da qual o homem se escolhe. Na sequência, retomamos os mesmos temas através de novas luzes, procurando articular, com base na ontologia de O Ser e o Nada, uma compreensão existencial da extimidade virtual e da intimidade. Realizamos, também, seis entrevistas com pessoas casadas e usuárias da rede social Facebook, a fim de darmos voz àqueles que fazem com que este novo fenômeno na rede seja possível. A discussão das entrevistas redunda nas unificações sintéticas, ou seja, sínteses em movimento intuídas por meio das diferentes modulações propostas pelo método sartriano. Os entrevistados forneceram testemunhos bastante encarnados a respeito das repercussões da extimidade virtual na intimidade e vice e versa, revelando que estamos diante, não de um fenômeno dicotômico que separa o virtual do real, mas, sim, de uma novidade que une e entrelaça os fios da experiência com o outro dentro e fora da rede.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui