INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: AS EXPRESSÕES DO DESENCANTO NA SÉRIE O REINO DE GONÇALO M. TAVARES
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): SUELEN MARIA MARIANO DE SOUSA

Colaborador(es):  ALEXANDRE MONTAURY BAPTISTA COUTINHO - Orientador
Número do Conteúdo: 26043
Catalogação:  23/03/2016 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=26043@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=26043@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.26043

Resumo:
A tese As expressões do desencanto na série O Reino de Gonçalo M. Tavares articula reflexões e argumentos em torno da experiência do desencanto presente na série O Reino do escritor Gonçalo M. Tavares. A partir da análise da escrita fragmentária que incide sobre a própria compreensão dos personagens como sujeitos fraturados, e da leitura das teias narrativas que encenam o desencanto sob a forma de simulacros, a tese procura examinar as figurações e os desdobramentos de um sistema de poder baseado no conceito de biopolítica, tal como este aparece no pensamento teórico de Michel Foucault, Giorgio Agamben, entre outros autores. Nessa perspectiva, ao longo do desenvolvimento deste estudo, este conceito se associa às noções de excesso de História, a uma concepção de desmedida, e, em particular à experiência trágica da condição humana entregue aos excessos de suas paixões.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui