INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: ONDE O RIO NÃO CORRE PARA O MAR: SITUAÇÕES, EXPERIÊNCIAS E NARRATIVAS IDENTITÁRIAS ENTRE JOVENS DE SUBÚRBIOS CARIOCAS
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): LUIZ HENRIQUE DA SILVA RAMOS

Colaborador(es):  VERA MARIA FERRAO CANDAU - Orientador
Número do Conteúdo: 26039
Catalogação:  22/03/2016 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=26039@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=26039@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.26039

Resumo:
Materialmente construídas, ou simbolicamente imaginadas no curso de suas histórias, as cidades produzem dinâmicas de interações sociais entre pessoas e grupos- que por intermédio das interações criam uma diversidade de culturas e modos de vivê-las, onde a escola moderna de características conservadoras, em nome de um conhecimento erudito a ser preservado e transferido, ou mesmo em nome de uma formação voltada para ordem do mundo do trabalho, tradicionalmente de forma autoritária excluiu do processo educativo escolar. Na contramão desta tendência, o presente estudo compreende que as grandes cidades, com suas contradições, desigualdades sociais e suas diversidades culturais devem ser entendidas como um campo de possibilidades no interior do qual as pessoas produzem identidades e narrativas com base em suas experiências de vida. O cenário urbano carioca se configura, assim, como um espaço diversificado em que se revelam embates e disputas por variados significados de indivíduo e de sociedade. Em função das suas especificidades históricas, e das características inerentes à vida nas grandes cidades, constitui-se como espaço onde as relações socioculturais se redefinem a partir das variadas possibilidades de experiências que as situações cotidianas nos colocam. Diferentes regiões da Cidade caracterizam-se como produtos e produtoras de relações sociais, onde são estabelecidos vínculos sociais, em função dos quais são criados ambientes de identificação e alteridade entre os indivíduos e grupos que fazem usos variados do seu território- bem como produzem ideias e imagens da Cidade como um todo. Desta forma, o presente estudo teve por objetivo compreender a relação de jovens moradores de subúrbios cariocas com o espaço da Cidade, buscando verificar se as situações sociais, no contexto específico investigado, podem interferir- de acordo com as narrativas dos entrevistados- na construção de um sentido partilhado de experiência(s) urbana(s); em outros termos, podem produzir um sentimento relativamente compartilhado do que seja viver a e na cidade; bem como podem interferir em suas expectativas de vida.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui