INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: PENSANDO A INSERÇÃO DE POLÍTICAS DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES EM UM MUNICÍPIO DE PEQUENO PORTE: O QUE DIZEM OS SUJEITOS DESSA FORMAÇÃO?
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): GIOVANNA RODRIGUES CABRAL

Colaborador(es):  ALICIA MARIA CATALANO DE BONAMINO - Orientador
GILDA HELENA BERNARDINO DE CAMPOS - Coorientador
Número do Conteúdo: 25996
Catalogação:  18/03/2016 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=25996@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=25996@2
Referência [fr]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=25996@3
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.25996

Resumo:
O presente estudo tem como objeto pensar a formação continuada para professores alfabetizadores oferecida em um município de pequeno porte.Nesse sentido, desenvolvo uma pesquisa de caráter qualitativo, apoiada no desejo de compreender como as professoras alfabetizadoras do município de Matias Barbosa/MG, que participaram de programas de formação continuada, sobretudo o Pró Letramento e o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa – PNAIC, se apropriam dos conhecimentos construídos nos encontros de formação e modificam (ou não) sua prática pedagógica nas escolas. As fontes de geração de dados foram os documentos relacionados aos programas de formação Pró Letramento e Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa; um questionário geral aplicado a todas as professoras cursistas desses programas de formação continuada e um questionário específico respondidos pela coordenadora de formação continuada e pela orientadora de estudo do município e uma entrevista coletiva com nove das alfabetizadoras participantes da formação. O referencial teórico baseou-se em autores que pesquisam as políticas públicas e a gestão da educação básica, como Davies, Cury, Saviani e, mais especificamente, as políticas de formação docente, como Gatti, Barreto, André, e a formação continuada de professores, como Nóvoa, Tardif, Candau, Kramer. Para o tratamento dos dados qualitativos, optou-se pela análise de conteúdo. Emergiram da relação entre a revisão de literatura e o trabalho de campo as seguintes as dimensões de análise: a)ser professor; b)saberes docentes; e c)fazer pedagógico.Conclui-se apontando que os programas de formação, sobretudo o PNAIC, teriam oportunizado a reflexão sobre o fazer pedagógico das alfabetizadoras de Matias Barbosa. Os investimentos em materiais didáticos, em avaliação e monitoramento do processo ensino aprendizagem e na formação continuada foram destacados pelas professoras como componentes importantes para a melhoria do fazer pedagógico e da aprendizagem dos alunos. Em síntese, a participação na formação em serviço tem propiciado, segundo depoimentos das professoras, transformações no seu fazer pedagógico, que se traduzem em uma maior segurança para inovar nas atividades de sala de aula. As falas revelaram um sentimento de maior consciência sobre as relações entre o quê, para quê, por que e como planejar as ações pedagógicas e mais confiança de que não estão desenvolvendo uma ação solitária. A pesquisa também permitiu perceber a importância de se assegurar o desenvolvimento profissional como parte de uma política pública de formação contínua, articulada a outros aspectos, como o contexto e as condições de trabalho, além da necessária valorização profissional, expressa em remuneração digna, reconhecimento social e carreira.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui