$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: EMBALAGENS COMPOSTÁVEIS: UMA ESTRATÉGIA PARA A REDUÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): CLAUDIO ROCHA BASTOS

Colaborador(es):  MAURICIO NOGUEIRA FROTA - Orientador
CARLOS RUFIN - Coorientador
FABRICIO CASAREJOS LOPES LUIZ - Coorientador
Número do Conteúdo: 25786
Catalogação:  17/02/2016 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=25786@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=25786@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.25786

Resumo:
Propõe-se desenvolver uma metodologia para metrificar e monetizar o ciclo de vida de um produto industrial e validá-la pela sua aplicação a um caso real: a comparação entre dois tipos de embalagens descartáveis, copos de matéria-prima de fonte renovável (mandioca) e copos de plástico. Motiva o estudo a constatação de que o sistema industrial, ao longo do ciclo de vida dos produtos, até o seu consumo e descarte, ainda não conseguiu adotar um modelo circular de produção que maximize reutilização e reciclagem dos resíduos, bem como limite a emissão de gases de efeito estufa, o consumo excessivo de água e o descarte de rejeitos, fatores que ameaçam a sustentabilidade planetária. Dessa ameaça resulta uma responsabilidade compartilhada entre sociedade e governo sobre esses fatores, refletida em especial na Política Nacional de Resíduos Sólidos. Para as empresas, impõe-se medir e valorar o ciclo completo do produto, da terra à terra , incluindo logística reversa, responsabilidade estendida de produto e custo ambiental. Nesse sentido, foram desenvolvidas equações para metrificação e monetização do ciclo dos produtos. Para validação, foram utilizados dados da empresa CBPAK, fabricante de copos de mandioca, e da BRASKEM, que produz matéria-prima para os copos de plástico. O estudo conclui que a metodologia é válida e pode ser replicada. A comparação entre os copos das duas origens mostram indicadores ambientais largamente favoráveis aos copos de mandioca e, do ponto de vista financeiro, com a aplicação do ciclo de vida completo, uma equalização de custos da ordem de 60 por cento em relação aos preços sem consideração das externalidades.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui