$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: HETEROGENEIDADE NA RESPOSTA DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS À POLÍTICA MONETÁRIA: EVIDÊNCIA COM BASE EM UM FAVAR
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): NATALIE PACHECO VICTAL DE OLIVEIRA

Colaborador(es):  CARLOS VIANA DE CARVALHO - Orientador
Número do Conteúdo: 25511
Catalogação:  26/11/2015 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=25511@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=25511@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.25511

Resumo:
Neste trabalho estudamos o canal de crédito de política monetária, em particular o lending channel, por meio da análise da resposta em nível desagregado de bancos comerciais a inovações de política monetária no Brasil. Os efeitos de um choque monetário são estimados em um factor augmented VAR considerando um amplo conjunto de informação. Posteriormente, estimamos regressões utilizando características dos bancos comerciais para analisar as respostas diferenciadas das operações de crédito, juros (proxy), depósitos à vista e alavancagem. Os resultados obtidos corroboram a hipótese de existência do canal de crédito no Brasil, e que as respostas heterogêneas dependem de características dos bancos comerciais. Em particular, quanto maior o porte do banco maior seu grau de sensibilidade ao choque monetário e mais ativamente ele administra seu balanço. Por fim, encontramos evidências que houve uma alteração no mercado de crédito brasileiro a partir da crise de 2008: bancos públicos tornaram-se menos sensíveis à inovação de política monetária.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui