$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: TE CONTEI, NÃO?: A GLITTER REVOLUTION DZI ESCRITA EM PLUMAS E SANGUE
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): HAROLDO ANDRÉ GARCIA DE OLIVEIRA

Colaborador(es):  ANA PAULA VEIGA KIFFER - Orientador
Número do Conteúdo: 25464
Catalogação:  13/11/2015 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=25464@1
Referência [es]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=25464@4
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.25464

Resumo:
Os anos de 1979 a 1981 marcaram o momento de transição do século XX, batizado de auge do desbunde brasileiro. O referido momento configura-se num período de profundas transformações sócio-culturais e políticas, tanto no Brasil como na América Latina. Nesse contexto, emergem diversas companhias de dança e teatro que se propõem a questionar o estado de exceção do país. Dentre os quais destacamos os Dzi Croquettes que, tendo como instrumentos de contestação o corpo dançante e o humor, alavancou a discussão sobre a repressão imposta pela ditadura militar brasileira. Partindo deste cenário, a presente dissertação pretende investigar o universo de subjetividades que constitui a época em questão e sua contribuição para as artes performativas e para a composição de uma cultura e estética queer na contemporaneidade. Para atingir os objetivos deste trabalho, no que tange ao conceito foucaultiano de atravessamento das sexualidades , optou-se por revisitar a memória do referido grupo encontrado no documentário Dzi Croquettes (2009) produzido por Tatiana Issa e Rodrigo Alvarez com entrevistas concedidas por seus ex-componentes além de matérias jornalísticas da época. Deste modo buscamos nos aproximar de uma proposta de corpo e escrita Dzi que reverberam nos campos político, ético e estético da atualidade.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui