INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: ENTRE O LAZER E A LUTA: O ASSOCIATIVISMO RECREATIVO ENTRE OS TRABALHADORES FABRIS DO JARDIM BOTÂNICO (1895-1917)
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARIANA BARBOSA CARVALHO DA COSTA

Colaborador(es):  LEONARDO AFFONSO DE MIRANDA PEREIRA - Orientador
Número do Conteúdo: 25086
Catalogação:  20/08/2015 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=25086@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=25086@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.25086

Resumo:
Em julho de 1917 os principais jornais do Distrito Federal noticiavam a paralisação de trabalhadores de diversas categorias na cidade, caracterizada pelos contemporâneos como uma Greve Geral. Para parte da historiografia, trata-se de mais uma das muitas manifestações operárias que, sob a orientação de militantes anarquistas do movimento operário, teria gerado naquele ano a irrupção de amplas manifestações grevistas. Problematizando tal perspectiva, este trabalho particulariza a análise na experiência dos trabalhadores do bairro operário do Jardim Botânico, atentando para outras dimensões da lógica de sua articulação identitária nas décadas anteriores que podem ter ajudado esses sujeitos a constituir seus laços de identidade naquela situação. Para isso, serão privilegiadas suas formas anteriores de organização e estabelecimento de solidariedades, expressas nas muitas associações recreativas formadas na localidade por aqueles trabalhadores.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui