INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: DESIGN E ENVELHECIMENTO: UM ESTUDO SOBRE AÇÕES PROJETUAIS PARA A CONSTRUÇÃO DE UMA NOVA VELHICE
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): RENATA DE ANDRADE MARQUES PEREIRA

Colaborador(es):  VERA MARIA MARSICANO DAMAZIO - Orientador
Número do Conteúdo: 24542
Catalogação:  07/05/2015 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=24542@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=24542@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.24542

Resumo:
Este trabalho é uma investigação sobre o potencial do Design promover a diversidade, os ganhos e as possibilidades da velhice e partiu da constatação de que, apesar de plurais, os idosos são – em geral – tratados de forma homogênea e associados a produtos e serviços que ressaltam os aspectos negativos do avanço da idade, como bengalas e asilos. A abordagem sobre o tema se deu a partir de pesquisa bibliográfica e observação participante junto a idosos, e teve como principais condutores Simone de Beauvoir – autora de A velhice, obra que retrata a condição do idoso sob o ponto de vista histórico, biológico e social –, Mirian Goldenberg – autora de A bela velhice – e Celso Sá – que trata da teoria da Representação Social: base para a elaboração de um exercício projetual que verifica como os idosos são representados socialmente por produtos e serviços. A investigação sobre o potencial do Design de contribuir com novas formas de ver e viver a velhice foi baseada em coleta de ações projetuais em prol de idosos realizada a partir da criação de grupos de interesse com pesquisadores do Centro de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento e do International Longevity Center- Brazil e alunos de Ciências Sociais e de Design, entre outros. Os exemplos coletados foram organizados em categorias, com base no estudo de Mihaly Csikszentmihalyi sobre a forma que as pessoas constroem significados em seus ambientes familiares por meio de artefatos e nas perspectivas do Design Emocional identificadas por estudos desenvolvidos no laboratório Design Memória e Emoção. Observou-se a existência de dois grandes grupos: (1) o das coisas de velho, que focam as limitações e perdas da velhice e tratam os idosos como um grupo homogêneo, e (2) o das coisas do novo velho, que atendem a demandas variadas por meio de formas igualmente variadas. Ao final, conclui-se que, a construção da nova velhice está intrinsecamente ligada à visão daqueles que projetam produtos e serviços e às ações que pretende-se favorecer: dançar, namorar, trabalhar, viajar, viver.

Descrição Arquivo
CAPA, DEDICATÓRIA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO, LISTAS, EPÍGRAFE  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui