$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: NOVAS GESTÕES EMPRESARIAIS POR PROCESSOS: TRABALHO DECENTE OU TRABALHO PRECÁRIO?
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): URSULA NASCIMENTO DA ROCHA BRANCO

Colaborador(es):  INEZ TEREZINHA STAMPA - Orientador
Número do Conteúdo: 23251
Catalogação:  29/07/2014 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=23251@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=23251@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.23251

Resumo:
Esta dissertação trata sobre as modificações que o trabalho vem sofrendo a partir do processo de reestruturação produtiva praticado no Brasil desde a década de 1990, visando compreender melhor as alterações em curso, especialmente no que se refere às novas gestões empresariais baseadas em processos. Neste sentido, buscou conhecer a gestão por processos e sua relação com a organização do trabalho, tomando como exemplo uma empresa do setor elétrico brasileiro. Ressalta-se que tal modelo de gestão teve início, no setor, em 2012, com a reorganização da estrutura empresarial, desde a área de negócios até a gestão de recursos humanos. A pesquisa buscou analisar, também, a chamada reestatização do setor elétrico, associada a um movimento de aceleração do crescimento incrementada por exigências de competências e adventos tecnológicos, dada a sua posição estratégica para a economia e o acesso à energia pelos brasileiros. Da mesma forma, objetivou investigar a mobilidade gerada pelo modelo de gestão de processos, imposta aos trabalhadores, enquanto possibilidade de trabalho precário ou trabalho decente. A abordagem teórico-metodológica adotada pautou-se no conceito de trabalho decente como o direito a ter trabalho e de mantê-lo com dignidade e proteção social, tomando-se o trabalho precário como contraposição ao trabalho decente, isto é, como aquele que promove a redução ou suspensão dos direitos. Para tanto, foram realizados contatos com os gestores e com os trabalhadores da empresa estudada, de forma a se compreender a possibilidade de existência do trabalho decente em meio a uma mudança nos padrões de produção e organização do trabalho, onde a palavra de ordem é otimização, uma vez que a implementação da gestão por processos significa a possibilidade de tornar a empresa mais competitiva no mercado, através da otimização de custos e consequente aumento da eficiência na produção de energia elétrica. Os resultados da pesquisa indicaram que a empresa vem operando profundas modificações para atender às exigências do mercado, de forma ágil. Com isso, verificou-se uma diminuição considerável de gastos, principalmente na área de pessoal, com promoção de cortes no orçamento, desenvolvendo, dessa forma, um plano de incentivo à demissão de funcionários terceirizados, o que torna o trabalho decente uma possibilidade ainda distante de se realizar.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui