INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: A TRADUÇÃO E A CONSTRUÇÃO DE IMAGENS CULTURAIS: PONCIÁ VICÊNCIO, DE CONCEIÇÃO EVARISTO, E SUA TRADUÇÃO PARA O INGLÊS
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARCELA IOCHEM VALENTE

Colaborador(es):  MARCIA DO AMARAL PEIXOTO MARTINS - Orientador
MARIA APARECIDA FERREIRA DE ANDRADE SALGUEIRO - Coorientador
Número do Conteúdo: 23224
Catalogação:  18/07/2014 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=23224@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=23224@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.23224

Resumo:
O presente trabalho analisa o processo de transposição para o inglês do romance Ponciá Vicêncio (2003), da escritora afro-brasileira Conceição Evaristo, cuja tradução de Paloma Martinez-Cruz foi publicada nos Estados Unidos, em 2007, pela Host Publications. Partindo do pressuposto de que a tradução não é um processo meramente interlingual, mas envolve também muitas questões de ordem cultural e, também, que o lugar sistêmico ocupado por uma determinada obra em sua cultura fonte não necessariamente se repete na cultura alvo devido a diferenças políticas, sociais e culturais, a presente pesquisa busca compreender o lugar sistêmico ocupado por Evaristo e sua obra nos polissistemas culturais brasileiro e estadunidense. O presente estudo leva em conta aspectos como a motivação para a realização da tradução da obra, o público leitor previsto, algumas estratégias desta tradução, a distribuição, a recepção crítica de Ponciá Vicêncio nas culturas alvo e fonte e os lugares sistêmicos ocupados pela escritora e por sua obra nos polissistemas culturais de origem e de recepção. A análise desenvolvida esclarece algumas questões como: em que medida essa inserção pode mudar a imagem da literatura/cultura brasileira no polissistema estadunidense e o possível impacto sobre a posição que Evaristo ocupa no polissistema literário brasileiro – ou até mesmo na recente constituição de um sistema de literatura afro-brasileira. O estudo do processo de inserção de Conceição Evaristo no polissistema literário estadunidense pela via da tradução foi informado pela teoria dos polissistemas, como proposta por Itamar Even-Zohar; pelos estudos descritivos da tradução – DTS, em especial as ideias de Gideon Toury e André Lefevere; pelos estudos culturais, que têm propiciado a articulação dos estudos da tradução com os estudos de gênero e pós-coloniais; e algumas ideias de Lawrence Venuti sobre a geração e a manipulação de imagens culturais. Também nos foi instrumental o modelo metodológico proposto por Lambert e Van Gorp, já que analisamos aspectos como a linguagem, contextos sistêmicos, textos críticos e as ações de patronagem.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui