INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: FIGURAS DA INVASÃO: REFLEXÕES SOBRE O INCÔMODO CLASSISTA NA CIDADE
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): TOMAS DUQUE ESTRADA ROSATI

Colaborador(es):  RENATO CORDEIRO GOMES - Orientador
Número do Conteúdo: 22153
Catalogação:  16/10/2013 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=22153@1
Referência [es]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=22153@4
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.22153

Resumo:
O presente projeto propõe uma reflexão sobre o incômodo classista na cidade através de um diálogo entre a Buenos Aires da década de 40 e a São Paulo da década de 90. A ideia é investigar vínculos entre literatura e experiência urbana a partir da sugestão de duas ficções que tematizam relações problemáticas com a alteridade: Casa Tomada (1946), de Julio Cortázar, e O importado vermelho de Noé (1999), de André SantAnna; ambas entendidas como estetizações do estranhamento entre as elites e as massas na metrópole latino-americana. Parte-se da hipótese de que cada conto pode ser lido como lugar teórico para se pensar os paradigmas moderno e pósmoderno. Tendo como fio condutor a figura da invasão, o diálogo entre eles identifica nexos de correspondência que permitem enxergá-los como capítulos de uma possível narrativa da cidade. Dessa forma, as configurações urbanas particulares e os contextos culturais específicos passam a ser vistos como indissociavelmente relacionados. Valendo-se de conceitos ligados à tradição marxista, como fetichismo da mercadoria, materialismo cultural e produção do espaço, o trabalho busca uma articulação dialética entre regimes de acumulação do capital, práticas de distinção social e fenômenos de segregação espacial. Por meio desse recorte, é esboçado um modelo de compreensão das transformações culturais e epistemológicas interessado nos vínculos entre a experiência da modernidade e a lógica do modo de produção capitalista.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui