INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: OS TENENTES DO DIABO: CARNAVAL, LAZER E IDENTIDADES ENTRE OS SETORES MÉDIOS URBANOS DO RIO DE JANEIRO (1889-1932)
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): CARLOS FREDERICO DA SILVA REIS

Colaborador(es):  LEONARDO AFFONSO DE MIRANDA PEREIRA - Orientador
Número do Conteúdo: 21918
Catalogação:  23/08/2013 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=21918@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=21918@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.21918

Resumo:
O objetivo deste trabalho é analisar a trajetória da sociedade carnavalesca Tenentes do Diabo, entre os anos de 1889 e 1932. Por se tratar de uma das chamadas Grandes Sociedades Carnavalescas do Rio de Janeiro, que atingiram naquele período grande projeção nos dias de folia, tal associação e seus membros foram muitas vezes compreendidos pela historiografia como parte de um projeto modernizador mais geral que teria se abatido sobre a capital federal a partir da proclamação da República. Afastando-se de tal ideia, esta dissertação procura entender as lógicas e opções específicas que marcaram a trajetória de seus sócios, de modo a perceber a maneira particular pela qual eles dialogaram com os desafios do tempo. O perfil desses sócios, inicialmente ligados a um círculo de comerciantes, se expandiria ao longo deste período, passando a incluir pessoas que atuavam para alem do comércio: oficiais de polícia, funcionários de empresas, entre outros casos. O clube se configurava, deste modo, como espaço de expressão de setores médios urbanos ascendentes no período. Pretende-se assim, através da análise de três momentos da trajetória dos Tenentes, compreender como estes grupos se relacionaram com os ideais da ordem republicana que se instaurava.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui