INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: DA ILHA DE SAPUCAIA AO ATERRO METROPOLITANO DE JARDIM GRAMACHO: A CRIAÇÃO DE TERRITÓRIOS DO LIXO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO COMO EXPRESSÃO DE SEGREGAÇÃO ESPACIAL
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): GISELE CARDOSO DE ALMEIDA MACHADO

Colaborador(es):  REGINA CELIA DE MATTOS - Orientador
Número do Conteúdo: 20967
Catalogação:  08/01/2013 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=20967@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=20967@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.20967

Resumo:
O espaço urbano carioca funciona como um instrumento político e ideológico manipulado por atores hegemônicos que detêm o capital. O uso intencional do espaço cria uma iniquidade na distribuição dos serviços básicos, assim como, dos efeitos negativos do crescimento urbano expondo as áreas periféricas e a população de baixa renda a condições que atingem diretamente sua existência e qualidade de vida. O objetivo desta dissertação é analisar os problemas ambientais, sociais e econômicos decorrentes da criação de territórios do lixo em bairros de população de baixa renda, demonstrando que os interesses econômicos acabam por impor exteriorizações negativas do crescimento urbano a parcelas mais pobres da população em uma dinâmica de injustiças sociais que tiveram início no final do século XIX e se agravam nos dias atuais. Analisamos o processo de criação de quatro grandes territórios do lixo da cidade do Rio de Janeiro, tendo como destaque o Aterro Metropolitano de Jardim Gramacho. Neste analisamos as condições socioeconômica dos catadores de material reciclável, acompanhamos as discussões em torno de seu encerramento e a construção de um novo território do lixo. É possível compreender através de nossa análise que mesmo com as questões ambientais ganhando destaque no cenário nacional e internacional a dinâmica de aproximar os vazadouros de lixo das áreas carentes continua a mesma.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTAS  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXO  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui