INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: ANÁLISE DE ESTABILIDADE DE TALUDES NÃO SATURADOS, ANISOTRÓPICOS CONSIDERANDO RUPTURA PROGRESSIVA
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): SUZANA SANTOS COSTA

Colaborador(es):  TACIO MAURO PEREIRA DE CAMPOS - Orientador
JOAO LUIZ ELIAS CAMPOS - Coorientador
Número do Conteúdo: 2039
Catalogação:  19/10/2001 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=2039@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=2039@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.2039

Resumo:
No presente trabalho realizou-se a implementação de um programa de análise de estabilidade de encostas incluindo aspectos não convencionais tais como ruptura progressiva, anisotropia de resistência e considerações de não saturação do solo. O método generalizado das cunhas de Sarma 79 foi utilizado para consideração destes aspectos, tomando-o como base para o desenvolvimento desta nova ferramenta analítica, aplicável ao estudo da estabilidade de encostas em solos residuais não saturados. A simulação dos efeitos da ruptura progressiva foi realizada a partir do trabalho desenvolvido por Huaman (1991), na Puc-Rio. O programa desenvolvido apresenta rotinas de geração automática da superfície de ruptura e do conjunto das inclinações críticas das interfaces das cunhas, além de diversas formas de consideração das poropressões, incluindo a possibilidade de ocorrência da sucção. Além do critério de ruptura de Mohr-Coulomb foi implementado um modelo anisotrópico de resistência que permite a representação de uma anisotropia que pode existir, mesmo em solos homogêneos, de acordo com a metodologia apresentada por Bicalho (1991). Os resultados obtidos através das rotinas implementadas foram comparados com os existentes na literatura, resultantes de análises realizadas por outros métodos de análise, comprovando desta forma, a eficiência do programa desenvolvido neste trabalho.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF  
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui