INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: O MERCADO DE ENERGIA ELÉTRICA: O MODELO DE PRECIFICAÇÃO DA ENERGIA E O IMPACTO NA INDÚSTRIA ELETROINTENSIVA, EM ESPECIAL NO SETOR DE ALUMÍNIO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): PEDRO EDUARDO DE MESQUITA VIEIRA

Colaborador(es):  JOAO MANOEL PINHO DE MELLO - Orientador
Número do Conteúdo: 18273
Catalogação:  19/09/2011 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TRABALHO DE FIM DE CURSO
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=18273@1
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.18273

Resumo:
O atual modelo institucional do setor elétrico brasileiro, por ser relativamente novo, tem conflitos entre os agentes ainda não equacionados satisfatoriamente. Se focarmos no modelo competitivo de comercialização de energia, veremos que não há acomodação equilibrada entre os interesses econômicos dos geradores e dos consumidores. Ajustes regulatórios e de caráter institucional são constantes, indicando que o atual modelo ainda não alcançou a desejada maturidade. Um dos temas mais abordados no setor, diz respeito a forma como a energia é precificada. O formato dos leilões de energia nova e o excessivo número de encargos são apontados como os principais responsáveis pelo crescente preço da energia no Brasil. Quase que diariamente, temos notícias de empresas e entidades do setor industrial questionando o alto custo da energia e cobrando soluções para tal. A perda de competitividade da indústria brasileira pelo alto custo do insumo energia elétrica é um fato que já provoca desinvestimentos na indústria de alumínio, altamente dependente de energia elétrica competitiva.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF  
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui