$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: PROGRAMMING VIA INTERFACE
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): SIMONE DINIZ JUNQUEIRA BARBOSA

Colaborador(es):  CLARISSE SIECKENIUS DE SOUZA - Orientador
Número do Conteúdo: 1814
Catalogação:  10/08/2001 Idioma(s):  PORTUGUESE - BRAZIL

Tipo:  TEXT Subtipo:  THESIS      trabalho premiado
Natureza:  SCHOLARLY PUBLICATION
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=1814@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=1814@2
Referência [es]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=1814@4
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.1814

Resumo:
In the past few years, we have witnessed an increase in software functionality as an attempt to meet most users` needs. This approach brings about serious usability challenges, due to an increase in application complexity as well. In order to try and meet users` needs, without overloading the application with functionality that is rarely used, there is a tendency to allow end users to configure or program applications, by means of mechanisms that support the so-called end user programming. However, many existing techniques fail to attain acceptable thresholds of usefulness and usability. This work addresses some of the challenges posed by extensible applications. We follow an approach that drops some walls between interface and extension. This approach brings some extension mechanisms to the interface, and readily accessible to end- users, namely extensions based on the semantic-pragmatic resources of metaphors and metonymies. These mechanisms were chosen due to the acknowledgment of the Cognitive Sciences of their critical role in our reasoning processes, especially when we try to describe or understand complex or abstract concepts (Lakoff e Johnson, 1980; Lakoff, 1987; Lakoff, 1993; Ortony, 1993). We describe an extensible application model that makes use of a knowledge base in which we represent the domain and application elements that may be extended, as well as the necessary classifications for calculating the possible extensions. Our model takes into account the communicative aspects of computer applications, and follows Semiotic Engineering (de Souza, 1993) principles to guarantee the consistency between the original application and the extended one. For that purpose, our model entails the representation of rules that constrain interface amendments, so that extended functionality is adequately reflected at the resulting interface.

Descrição Arquivo
COMPLETE  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui