$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: DEGRADAÇÃO FÍSICO-QUIMICA DO PVC CAUSADA POR DERIVADOS DE PETROLEO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): DORIS CECILIA FARFAN DEL CARPIO

Colaborador(es):  JOSE ROBERTO MORAES D ALMEIDA - Orientador
Número do Conteúdo: 15128
Catalogação:  05/02/2010 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=15128@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=15128@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.15128

Resumo:
O PVC é o único polímero de grande consumo que não é 100% originário do petróleo, pois contêm, em peso, 57% de cloro (derivado do cloreto de sódio - sal de cozinha) e apenas os restantes 43% de eteno são derivados do petróleo. Como as matrizes ricas em cloro são privilegiadas para aplicações em meios ambientes ricos em bactérias, tais como dutos enterrados ou imersos em água do mar, o PVC já vem sendo usado em diversas aplicações na área de transporte de fluidos, notadamente água, mas pode ser considerado também uma alternativa para o transporte de outros fluidos. Assim sendo este trabalho estuda o efeito físico - químico do envelhecimento do poli (cloreto de vinila) – PVC, utilizando amostras em pó, expostas a diversos fluidos (água, etanol e diesel), por diversos períodos de tempo. A primeira parte do trabalho consistiu na caracterização do material como recebido e a segunda na caracterização do material após exposição aos fluidos. As técnicas de caracterização utilizadas foram termogravimetria (TGA), termogravimetria diferencial (DTGA), calorimetria diferencial de varredura (DSC), métodos espectroscópicos (FTIR-ATR) e de Difração de Raios X, que permitiram avaliar a interação físico-química dos diversos fluidos com o PVC. Os resultados obtidos mostraram que a morfologia do PVC não foi afetada pelo envelhecimento, também indicam que e possível a difusão dos fluidos dentro da matriz polimérica.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTAS  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
CAPÍTULO 6  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXOS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui