$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: A IDIOMATICIDADE DAS CORES EM VOCÁBULOS E EXPRESSÕES DA LÍNGUA PORTUGUESA NO BRASIL
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): CILIA DE ALMEIDA ABRANTES

Colaborador(es):  ADRIANA FERREIRA DE SOUSA DE ALBUQUERQUE - Orientador
Número do Conteúdo: 15110
Catalogação:  03/02/2010 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=15110@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=15110@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.15110

Resumo:
A idiomaticidade das cores em vocábulos e expressões da língua portuguesa no Brasil investiga o processo de compreensão do significado não literal de um corpus onde em cada exemplo há um termo denominativo de cor. Busca-se neste estudo descrever e analisar esse corpus segundo seu comportamento léxico, sintático, semântico, pragmático e cultural , em situações reais de comunicação, com foco no ensino de Português como Segunda Língua (PL2) e/ou Português para Estrangeiros (PLE). A análise mostra que a cor é, antes de tudo, um fenômeno cultural, e sua percepção está ligada à sensibilidade do homem perante a realidade que o cerca. No contexto comunicativo o brasileiro frequentemente demonstra sua afetividade ao chamar alguém de neguinho(a), ou lhe oferece respeito e deferência ao estender o tapete vermelho ou se entrega à hipérbole ao classificá-lo de botafoguense roxo. Assim, a linguagem se apropria dos termos cromáticos em novas combinações lexicais para dizer mais que simplesmente o negro da noite, o vermelho do sangue, o roxo das violetas. O aprendiz de PL2/PLE percebe que não é possível compreender o significado dessas novas combinações utilizando somente o sentido literal das palavras que as compõem. O conhecimento de fenômenos linguísticos como a idiomaticidade e a composicionalidade, abordados nesta análise, permitirá ao professor de PL2/PLE ampliar a variedade de exercícios e estratégias em sala de aula, com o objetivo de ajudar os alunos na compreensão do significado dos exemplos apresentados e na adequação de seu uso em contextos reais de comunicação.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT E SUMÁRIO  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
CAPÍTULO 6  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXOS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui