$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: SOVEREIGN RISK, VOLATILITY AND THE GOLD STANDARD: 1870-1930
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): PEDRO CARVALHO LOUREIRO DE SOUZA

Colaborador(es):  MARCELO DE PAIVA ABREU - Orientador
MARCELO CUNHA MEDEIROS - Coorientador
Número do Conteúdo: 15045
Catalogação:  26/01/2010 Idioma(s):  PORTUGUESE - BRAZIL

Tipo:  TEXT Subtipo:  THESIS
Natureza:  SCHOLARLY PUBLICATION
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=15045@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=15045@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.15045

Resumo:
This research documents the relationship between sovereign risk volatility and gold standard adherence in the classical period comprised between 1870 and 1914. The application the econometric model of FCGARCH (or Flexible Coefficient GARCH) provides evidence that regimes of low volatility of spreads – as measured by the difference between the interest rate accrued by sovereign debt floated in the City of London and its risk-free counterpart, the British consols – were associated to adherence to the gold standard. In a general manner, it is interpreted that the low variance created the necessary preconditions for gold standard adherence, specially for countries in the periphery. Earlier papers on this subject analyzed the mean spread behavior when country adopted the regime, and no significant effect was found.

Descrição Arquivo
COVER, ACKNOWLEDGEMENTS, RESUMO, ABSTRACT AND SUMMARY  PDF
CHAPTER 1  PDF
CHAPTER 2  PDF
CHAPTER 3  PDF
CHAPTER 4  PDF
CHAPTER 5  PDF
CHAPTER 6  PDF
CHAPTER 7  PDF
CHAPTER 8  PDF
CHAPTER 9  PDF
CHAPTER 10  PDF
CHAPTER 11  PDF
REFERENCES  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui