INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: FIGURAS DO DISCURSO E (DES)CONSTRUÇÃO IDENTITÁRIA: UMA ANÁLISE DE RAPS NACIONAIS DA ÚLTIMA DÉCADA
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): ANA PAULA MORAES RAMOS

Colaborador(es):  HELENA FRANCO MARTINS - Orientador
Número do Conteúdo: 14063
Catalogação:  03/09/2009 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=14063@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=14063@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.14063

Resumo:
Esta pesquisa investiga construções figurativas presentes nas letras de raps nacionais produzidos na última década, com vistas a compreender o seu valor como elementos de (des)construção identitária. Situa-se, por isso, em um ponto de confluência entre as seguintes vertentes: (a) estudos da identidade como criatura da linguagem; (b) estudos da figuratividade como fenômeno fundante na linguagem, no pensamento e na ação; e (c) estudos da música popular como elemento importante na constituição de identidades sociais. Partindo de uma visão não representacionista da linguagem, a análise aqui realizada indica que a linguagem do rap nacional produzido na última década dá mostras de uma tensão entre uma retórica implícita - discernível, por exemplo, em figuras ontológicas, espaciais e estruturais fossilizadas, associadas a uma série de predileções culturais bastante entranhadas - e uma retórica mais explícita, manifesta, sobretudo em um investimento deliberado de desestabilização e ressignificação dessas figuras cristalizadas. Este estudo traz duas conclusões principais e interligadas: considerada a amostra analisada, vimos, em primeiro lugar, que é característica marcante dessas figuras a sua propensão a uma volatilidade radical, sua tendência a frustrar sistematicamente resultados interpretativos estáveis; vimos, em segundo lugar, que, muito em parte por conta dessa própria volatilidade, elas desempenham um papel importante no que tange aos nossos processos identitários, misturando com freqüência o reforço e a desestabilização de oposições essencialistas culturalmente arraigadas, e proporcionando um reconhecimento menos dicotômico das identidades em jogo na cena sócio-cultural em foco.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT E SUMÁRIO  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXOS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui