INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: A REVERSÃO DA RELEVÂNCIA: ASPECTOS SEMÂNTICOS E PRAGMÁTICOS DE FORMAÇÕES DIMINUTIVAS NO PORTUGUÊS BRASIL
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): VIRPI JOHANNA TURUNEN

Colaborador(es):  MARGARIDA MARIA DE PAULA BASILIO - Orientador
Número do Conteúdo: 13998
Catalogação:  19/08/2009 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=13998@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=13998@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.13998

Resumo:
Este trabalho tem por objetivo questionar a centralidade da noção semântica de tamanho pequeno na descrição do diminutivo formado pelo sufixo -inho no português do Brasil. Observa-se uma tendência geral, tanto em abordagens gramaticais como descritivas, de considerar o tamanho pequeno como o aspecto mais marcante no processo de formação de diminutivos, resultando no tratamento dos outros valores e funções como secundários e subordinados a esta noção principal. Este trabalho objetiva, a partir de uma análise de dados baseada em um corpus oral informatizado, esclarecer pontos polêmicos na descrição do diminutivo -inho, abordando principalmente a questão do seu potencial de significação e a relevância dos aspectos semânticos e pragmáticos na sua descrição. O posicionamento teórico do trabalho se fundamenta nas contribuições da Lingüística Cognitiva. A parte empírica da pesquisa se baseia em metodologias oferecidas pela Lingüística de Corpus. A ferramenta WordSmith Tools foi usada na extração e análise dos dados do corpus. A partir de uma análise de um corpus, o trabalho demonstra a freqüência real do diminutivo enquanto veiculando a noção de dimensões reduzidas da entidade referida no uso feito pelas informantes do corpus, todos falantes nativos do português do Brasil. Esse resultado é contrastado com a freqüência do uso do diminutivo no serviço de outras funções, de caráter avaliativo ou discursivo. Os resultados mostram que a noção de tamanho reduzido tem caráter periférico no potencial de significação apresentado pelo diminutivo no português do Brasil. Os dados do corpus evidenciam que vários aspectos relativos às trocas interacionais entre os interlocutores são gramaticalizados no sufixo -inho, apontando para uma maior relevância da dimensão pragmática na sua descrição do que anteriormente previsto.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTAS  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E APÊNDICES  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui