INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: MEDO, EXCLUSÃO E CONTROLE SOCIAL
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): GABRIELA ALMEIDA DE MOURA ESTEVAO

Colaborador(es):  JOAO RICARDO WANDERLEY DORNELLES - Orientador
Número do Conteúdo: 11990
Catalogação:  25/07/2008 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TRABALHO DE FIM DE CURSO
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=11990@1
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.11990

Resumo:
Esta monografia tem o objetivo de estudar a questão do medo e da exclusão social na sociedade contemporânea através de um estudo bibliográfico de obras relevantes para o tema. Para tanto, primeiramente é feita uma contextualização, abordando a nova lógica de acumulação de capital do final do século XX, qual seja, o capitalismo de acumulação flexível. Em seguida, são analisados os impactos deste novo regime na realidade social, um deles sendo a flexibilização das relações de trabalho e o conseqüente desemprego estrutural de uma parcela da população, a qual se torna excluída do mercado de consumo. É discutida, então, a ameaça que os setores improdutivos, considerados o novo inimigo interior da sociedade contemporânea, representam aos ideais positivistas de Lei e ordem mantidos pelas classes dominantes, as quais passam a adotar mecanismos de controle social emergenciais e de caráter eficientista para conter as ditas classes perigosas. Dando continuidade ao estudo, é feita uma explanação sobre o medo, suas causas e características contemporâneas, dentro de uma perspectiva sociológica e política. Por fim, é abordada a questão da construção do imaginário do medo, analisando o papel específico da mídia impressa. Estuda-se, também, o caso do Rio de Janeiro, traçando um histórico da pobreza na cidade, e versando sobre o discurso jornalístico carioca e o sentimento de insegurança na cidade.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui