INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: TIPOLOGIAS SEMÂNTICAS DE ADVÉRBIOS: UM ESTUDO COMPARATIVO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): ZENAIDE DIAS TEIXEIRA

Colaborador(es):  HELENA FRANCO MARTINS - Orientador
Número do Conteúdo: 11710
Catalogação:  02/06/2008 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=11710@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=11710@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.11710

Resumo:
Este trabalho teve por objetivo descrever, analisar e discutir comparativamente tipologias semânticas de advérbios propostas em duas vertentes dos estudos da linguagem: a Gramática Tradicional, de um lado, e a Lingüística de orientação funcionalista, de outro. Para tal, mapeamos tipologias encontradas em um conjunto representativo de gramáticas tradicionais do português e em uma amostra não menos representativa de trabalhos de lingüistas brasileiros que se debruçaram sobre o tema adotando uma abordagem funcionalista. Propusemos dois quadros tipológicos resumitivos das duas vertentes de classificação, nos quais buscamos identificar as principais classes semânticas estabelecidas em cada uma das duas vertentes. Aplicamos, então esses dois instrumentos de classificação a um mesmo corpus de frases autênticas do português (extraído do centro de recursos distribuídos Linguateca/Frases PB), e analisamos os resultados comparando as duas classificações quanto aos seguintes critérios: (a) abrangência; (b) explicitude; e (c) adequação aos propósitos norteadores (normativo-didáticos ou teórico-descritivos). Tendo em vista tais critérios, apontamos vantagens e desvantagens relativas dos dois tipos de classificação e destacamos alguns problemas enfrentados igualmente na tradição gramatical e na lingüística funcionalista no que tange a caracterização do comportamento semântico dos advérbios.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT E SUMÁRIO  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
CAPÍTULO 6  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXOS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui