INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: ESTUDO DAS CONDIÇÕES DE FLUXO PELA BARRAGEM DE TERRA DA MARGEM ESQUERDA DE ITAIPU
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): PEDRO DE CARVALHO THA

Colaborador(es):  TACIO MAURO PEREIRA DE CAMPOS - Orientador
LUIZ ALKIMIN DE LACERDA - Coorientador
Número do Conteúdo: 11080
Catalogação:  26/12/2007 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=11080@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=11080@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.11080

Resumo:
A barragem de Itaipu consiste em uma série de estruturas cujo comprimento total é de 7744 m. Uma dessas estruturas é a Barragem de Terra da Margem Esquerda (BTME), cuja extensão é de 1989 m. A BTME está fundada diretamente sobre o solo do local, que consiste em um perfil de intemperismo de basalto, indo desde argila, na superfície, à rocha sã. Seu comportamento é monitorado por 9 piezômetros elétricos, 26 piezômetros standpipe, 12 medidores de nível d`água e seis medidores de vazão. Os medidores de vazão foram inicialmente projetados para medir a água de percolação pelo corpo da barragem. Para tanto, a barragem dispõe de um sistema de canaletas para coletar a água que sai dos filtros internos e conduzi-la aos medidores. Contudo, só ocorre saída de água pelos filtros em pequenos trechos da barragem e não se tinha conhecimento da origem das águas medidas, pois ao longo da operação da usina, alterações foram feitas para drenar áreas alagadas e a água de drenagem foi conduzida ao sistema de canaletas. O objetivo desta dissertação é identificar a origem das águas medidas pelos medidores de vazão e entender como se dá o fluxo pela fundação e corpo da barragem de terra da margem esquerda. Para tanto, utilizou-se um modelo em elementos finitos, com o programa SEEP/W, para oito seções instrumentadas da barragem e procedeu-se correlações estatísticas entre todos os instrumentos da BTME. A principal conclusão obtida foi de que os medidores de vazão medem primordialmente água do reservatório que infiltra pelas fundações e que apenas uma parcela da água infiltrada é medida.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTAS  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
CAPÍTULO 6  PDF
CAPÍTULO 7  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXOS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui