INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: PRÁTICAS, NARRATIVAS E REFLEXÕES NO DIÁRIO DE UMA PROFESSORA DE ALFABETIZAÇÃO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARIA FRANCISCA MENDES

Colaborador(es):  SONIA KRAMER - Orientador
Número do Conteúdo: 10412
Catalogação:  24/08/2007 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=10412@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=10412@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.10412

Resumo:
As narrativas do diário de aula de uma turma de alfabetização, escrito no período de fevereiro a dezembro de 1999, e tomado como empiria de pesquisa, fundamentaram esta dissertação na medida em que possibilitaram analisar práticas culturais e interações entre as diferentes personagens que compõem o universo escolar. A arquitetura de Mikhail Mikhailovitc Bakhtin - conhecimento, ética e estética - auxilia na reflexão da tessitura do diário. Exotopia, alteridade, discursividade, polifonia, enunciação, atitude responsiva ativa são apenas alguns dos conceitos bakhtinianos trazidos para a centralidade do texto. O primeiro capítulo focaliza a produção autobiográfica - memórias, diários, histórias de vida - dentro de um contexto mais amplo na sociedade; e destaca a autoria de professores na escrita de diários de aula como instrumento de viver a prática, pensá-la criticamente e reorganizá-la. O segundo capítulo descreve caminhos e marcas que contribuíram na escolha profissional; e discute criticamente experiências culturais na aquisição da língua escrita diante de dilemas e contradições inerentes à ação pedagógica. O terceiro capítulo é um mergulho mais abrangente nas tramas do diário da turma de alfabetização. Problematizando questões de quatro grandes vertentes enunciativas - a fala das crianças, da professora, das famílias e da escola - sublinha o papel de cada personagem nas identidades e subjetividades entrelaçadas pela dinâmica relacional coletiva do cotidiano escolar.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTAS  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXOS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui