Buscas - Coleção Digital
    :                                                                                                 Direitos Autorais
PUC-Rio
PUC-Rio
Toolbox E-mail Help Plugins Acessos Area Restrita
 
aba parte esquerda Coleção Digital aba parte direita
aba parte esquerda Sala Virtual aba parte direita
aba parte esquerda Sala de Aula aba parte direita
aba parte esquerda Lab Remoto aba parte direita
aba parte esquerda EMA aba parte direita
aba parte esquerda Projetos Especiais aba parte direita
Aumentar letra Diminuir letra Normal Contraste
 
Maxwell
imagem de espaçamento
  Página Inicial
imagem de espaçamento
  Buscas
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
  Estatísticas
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
  Sobre
imagem de espaçamento
rodape do menu


Consulta aos Conteúdos

 

Título: A RELAÇÃO ENTRE A SUBCULTURA DE FINANÇAS, A CULTURA ORGANIZACIONAL E O DESEMPENHO DA ORGANIZAÇÃO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): LUCIANO QUINTO LANZ
Colaborador(es): PATRICIA AMELIA TOMEI - Orientador
Catalogação: 16/06/2004 Idioma(s): PORTUGUÊS - BRASIL
Tipo: TEXTO Subtipo: TESE
Natureza: PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota: Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]: https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/Busca_etds.php?strSecao=resultado&nrSeq=5017@1
Referência [en]: https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/Busca_etds.php?strSecao=resultado&nrSeq=5017@2
Referência DOI: https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.5017
Resumo:
Esta dissertação tem como propósito analisar o processo de gerenciamento cultural da Embratel, já no período pós- privatização, no qual ocorreu o alinhamento dos valores da organização em torno dos valores da subcultura de finanças, que assumiu papel dominante, e verificar seus impactos no desempenho organizacional. A empresa enfrentou uma crise em seus resultados, em meio a alterações no ambiente externo, o que levou a reformulação de seus objetivos estratégicos, que passaram a ter mais foco na geração de resultado. Através de uma análise qualitativa, com a abordagem de estudo de caso e modelos que relacionam a emergência de subculturas, a cultura e o desempenho, procurou-se, através de pesquisa documental e de entrevistas semi-estruturadas, identificar as mudanças na cultura da empresa, o processo de concordância cultural e seus reflexos no desempenho financeiro, comparado a outras empresas do setor. Os resultados confirmam a literatura sobre o assunto, que indica que existe uma forte correlação entre a emergência de subculturas dominantes, períodos de turbulência interna e externa e mudanças na estrutura da organização e evidenciam a importância de algumas variáveis no gerenciamento da cultura voltada para o desempenho, como a estrutura de poder, o processo decisório, o processo de comunicação, o sistema de recompensas e os processos de seleção, treinamento e de avaliação.
Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTAS  PDF  
CAPÍTULO 1  PDF  
CAPÍTULO 2  PDF  
CAPÍTULO 3  PDF  
CAPÍTULO 4  PDF  
CAPÍTULO 5  PDF  
CAPÍTULO 6  PDF  
CAPÍTULO 7  PDF  
CAPÍTULO 8  PDF  
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXOS  PDF  
<< voltar
Buscas no domínio PUC-Rio