Buscas - Coleção Digital
    :                                                                                                 Direitos Autorais
PUC-Rio
PUC-Rio
Toolbox E-mail Help Plugins Acessos Area Restrita
 
aba parte esquerda Coleção Digital aba parte direita
aba parte esquerda Sala Virtual aba parte direita
aba parte esquerda Sala de Aula aba parte direita
aba parte esquerda Lab Remoto aba parte direita
aba parte esquerda EMA aba parte direita
aba parte esquerda Projetos Especiais aba parte direita
Aumentar letra Diminuir letra Normal Contraste
 
Maxwell
imagem de espaçamento
  Página Inicial
imagem de espaçamento
  Buscas
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
  Estatísticas
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
  Sobre
imagem de espaçamento
rodape do menu


Consulta aos Conteúdos

Estatísticas  

Título: O UNO E O MÚLTIPLO NA COSMOLOGIA DE PLOTINO
Instituição: -
Autor(es): MARCOS ROBERTO NUNES COSTA
Colaborador(es): -
Catalogação: 10/09/2002 Idioma(s): PORTUGUÊS - BRASIL
Tipo: TEXTO Subtipo: ARTIGO
Natureza: PUBLICAÇÃO
Nota: Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]: http://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/Busca_etds.php?strSecao=resultado&nrSeq=2964@1
Resumo:
Tentando superar o dualismo grego entre mundo inteligível e mundo sensível, Plotino, neoplatônico, propõe um monismo radical em que há uma passagem natural de um mundo ao outro por emanações ou processões. Assim, vê-se que apesar de um aparente dualismo, quando fala, num primeiro momento, das três hipóstases inteligíveis: o Uno, a Inteligência e a Alma do mundo e, depois, do mundo sensível; este é a ultima emanação do Uno, e a multiplicidade dos seres surgem a partir atuação da Alma do mundo sobre a matéria.
Descrição Arquivo
  PDF
<< voltar
Buscas no domínio PUC-Rio